Conheça o processo de tratamento da madeira

Vigas de eucalipto entrando na autoclave

Vigas de eucalipto entrando na autoclave

O tratamento químico da madeira tem como função prevenir sua deterioração, aumentando assim enormemente seu tempo de vida útil. Durante o processo ocorre a fixação de elementos preservativos na madeira, tornando-a mais resistente à ação de fungos e insetos (brocas e cupins), principalmente se a madeira ficar em contato direto com a água ou com o solo.

O tratamento da parte interna da madeira consiste na troca da seiva (madeira verde) por uma solução preservante. Após a secagem, os elementos conservantes ficam retidos dentro da madeira. O tratamento pode ser realizado de maneira manual ou industrial, com a utilização de equipamentos específicos como o autoclave.

A autoclave é um cilindro que suporta altas pressões, no qual a madeira é introduzida junto com a solução preservante. As pressões utilizadas são superiores a atmosférica. Somente através de autoclavagem é possível impregnar profundamente a madeira com produtos inseticidas e fungicidas de ação comprovada, protegendo-a contra o apodrecimento, os cupins e outros agentes biológicos de deterioração.

A madeira tratada fica com uma cor levemente esverdeada, sua superfície fica livre de resíduos com alta resistência à lixiviação, atóxica, sem cheiro, podendo ser utilizada ao natural ou com qualquer tipo de acabamento posterior como ceras, vernizes, pinturas, sempre mantendo toda sua nobreza, versatilidade, economia e beleza.

Assista, abaixo, um vídeo explicativo sobre o tratamento.

Veja também:

Comentários