Manual de Manuseio, Armazenamento e Utilização das Madeiras

Para melhor proveito dos produtos que você está adquirindo é necessário conhecer e respeitar as características naturais da madeira. Por exemplo, a madeira de pinus tem nós e pode apresentar rachaduras ou fissuras. As madeiras de cambará e angelim podem apresentar curvas ou entortamento. Essas são características naturais da madeira e não podem ser consideradas como defeitos ou vícios.

Com base nessas características naturais, nós criamos este Manual da Madeira, uma lista de requisitos, recomendações e procedimentos sobre a melhor forma de manusear e utilizar nossos produtos, a fim de que se possa extrair o melhor deles.

IMPORTANTE! – O manuseio e uso das madeiras em desacordo com este manual pode invalidar a garantia das madeiras tratadas.

  • A madeira deve ser mantida abrigada do sol, da chuva e da umidade.
  • Madeiras com baixa densidade como o pinus (natural ou tratado/autoclave*) e eucalipto podem apresentar dilatação de acordo com as condições climáticas.
  • Todas as madeiras podem apresentar variações de cerca de 1 cm nas bitolas.
  • O uso dos produtos deve seguir as recomendações da ABNT (Assoc. Bras. de Normas Técnicas).
  • O uso das madeiras deve ter o acompanhamento de um profissional da área (técnico, engenheiro, arquiteto, etc.).
  • Cada tipo de madeira exige acessórios específicos (tintas, pregos, parafusos e outros). Madeiras fixadas com pregos e parafusos inadequados ou pintadas com tintas inadequadas podem não apresentar os resultados esperados de aparência estética, fixação ou resistência.
  • Para evitar a quebra da madeira, coloque-a em superfícies planas e sem contato direto com o chão.
  • Não queime sobras de madeiras tratadas (autoclave), pois a fumaça liberada por elas é tóxica.
  • É altamente indicado o uso de terminais anti-racha nas madeiras roliças (também chamadas de “troncos” ou “paus”).
  • Recomendamos cuidado no manuseio das madeiras, pois até mesmo as plainadas podem liberar farpas.
  • Certos tipos de nós eventualmente podem liberar resina ou se soltar e cair com impactos, no manuseio da madeira ou até mesmo sozinhos, com o passar do tempo. Consulte um vendedor a respeito do tipo de nós da madeira que você está adquirindo.
  • Mesmo as madeiras de autoclave ditas “sem nós” podem apresentar brotos ou inícios de nós com até 2 cm de diâmetro.
  • Madeiras vendidas em metros quadrados (m2) tem a quantidade calculada sempre com 5 mm a mais na sua largura.
  • Madeiras roliças tratadas não podem ser cortadas, pois o corte delas invalida a garantia. Assim, adquira as peças já do tamanho necessário (consulte os tamanhos disponíveis).
  • Não é indicada a criação de estruturas como pergolados nem mesmo com projeto e implantação devidamente supervisionados por um profissional, pois devido às características naturais da madeira é muito comum (e quase inevitável) esse tipo de estrutura apresentar problemas e deformações.
  • Não use, em estruturas de madeira, vãos livres ou espaçamentos muito grandes entre as partes fixadas (parafusadas ou pregadas), porque a madeira “trabalha”, ou seja, ela se expande, contrai e deforma, podendo causar problemas estruturais no trabalho. Na maior parte dos casos, nós recomendamos distâncias de no máximo 40 cm.
  • Não deixe as madeiras (mesmo as tratadas) em ambientes úmidos ou pouco ventilados ou expostas às intempéries. Caso seja necessário ou inevitável, use sempre produtos para proteção/conservação da madeira, com manutenção periódica. Esses cuidados não deixarão a madeira totalmente imune à umidade, mas irão amenizar muito o problema.
  • Madeiras usadas em paredes, chão e revestimentos em geral (frontais, decks, assoalhos, etc.) devem obrigatoriamente passar por uma manutenção a cada 6 meses ou 1 ano. Essa manutenção consiste na troca das madeiras que sofreram avarias nesse período (rachaduras, descolamento de nós, eventuais apodrecimentos) e uma nova aplicação de uma camada de proteção (tinta, verniz ou stain).
  • Os manuais dos produtos fabricados por terceiros e adquiridos em nossas lojas, quando não forem entregues em mãos, estarão disponíveis via Internet, nos sites dos fabricantes.